Formas de constituição de Holding

Holding é uma empresa criada com o objetivo de concentrar participações, controlar outras companhias ou determinado patrimônio a fim de reduzir custos e tributas, realizar também planejamento financeiro. A palavra holding significa manter, controlar, segurar. A holding na sua forma pura não realiza operações, única e exclusivamente gerencia as empresas controladas. É importante frisar que a holding não é um tipo societário, tem como objeto social a participação no capital de outras empresas, podendo ser sociedade anônima, simples ou empresaria.

Há diversos tipos de holding, as quais passa-se a desmitificar:

Holding Pura: tem como objeto social somente a participação no capital de outras empresas, sendo assim uma controladora.

Holding Mista: este tipo de holding além de ter a participação em outras empresas como objeto, possui também a exploração de outras atividades empresariais.

Holding Patrimonial: holding patrimonial é o tipo mais importante em virtude da diminuição de impostos com os meios de elisão fiscal, busca ser proprietária de determinado patrimônio. Esta forma de holding recebe todos os bens de seus sócios, possuindo os mesmos somente suas quotas da empresa na maior parte das vezes sob forma de sociedade limitada.

Holding Familiar: é uma forma preventiva de realizar a antecipação da herança, podendo o controlador doar aos seus herdeiros as cotas partes da companhia gravando as mesmas com cláusula de usufruto vitalício em favor do doador, assim como também poderá gravar cláusula de impenhorabilidade, incomunicabilidade, inalienabilidade e reversão. É uma forma excelente de controlar e proteger o patrimônio do fundador e ainda facilitar a sucessão hereditária de forma preventiva e econômica, tendo ainda o benefício de evitar disputas entre os sucessores. Para constituir uma holding familiar é muito simples, precisa somente a reunião de três elementos: família, patrimônio e empresa.

Holding Administrativa: a holding administrativa é constituída com o intuito de aperfeiçoar o controle empresarial, uma vez que passa a ser detentora do capital social e assim a responsável por todas as decisões do grupo econômico.

Holding de Participação: busca centralizar a administração de outras sociedades, assume a administração de participações societárias minoritárias repassando esta função para profissionais qualificados.

Holding de Controle: esse tipo de holding visa deter o controle societário das sociedades partes, assegura a administração mesmo havendo participação de terceiros na companhia. E ainda, priva o acionista majoritário de situações de dificuldade de consenso nas decisões, problemas de parceria e regimes de casamento.

Holding Setorial:  é uma holding que é responsável por agrupar diversas sociedades em razão de objetivos comuns e é encabeçada por empresa especializada o setor que a constitui.

Holding Derivada: aproveita-se uma empresa já existente, transformando-a em holding, esta forma de holding pode ser vantajosa principalmente nos casos em que a empresa aproveitada for proprietária de bens imóveis de valores consideráveis.

 

Fonte: https://blog.inepadconsulting.com.br/tipos-de-holding/

De |2018-09-28T15:55:28+00:00setembro 28th, 2018|Notícias|0 Comentários

Deixe um Comentário